Quatro motivos para investir numa máquina envolvedora

De 17 Fevereiro, 2021Produtos
Quatro motivos para investir numa máquina envolvedora

Há medida que as empresas vão crescendo, é natural que vão acompanhando esse crescimento com o investimento em tecnologia. Quando falámos em empresas industriais por exemplo, surge a necessidade da automatização de processos produtivos que conseguem com menor custo acrescentar valor ao produto. Não obstante a esta ser, sem dúvida, uma boa aposta, existem outros departamentos que por vezes são deixados para último plano, talvez por desconhecimento do verdadeiro impacto que a sua modernização pode ter nos resultados da empresa.

É comum vermos uma fraca aposta no desenvolvimento tecnológico das últimas operações antes do armazenamento ou despacho de produtos. Nestes casos, a operação ainda muito manual pode acarretar custos bem mais elevados do que podemos imaginar. Uma das operações em que é mais frequente ainda assistirmos a um processo manual é o envolvimento de paletes, que permite que vários volumes sejam agrupados através do uso de filme estirável.

Esta operação ainda manual em muitas empresas com um fluxo de produtos considerável, pode e deve ser alvo de atenção e estudo por parte dos intervenientes nas decisões de investimento. Talvez se surpreenda com as vantagens que uma máquina envolvedora pode trazer à sua empresa, por isso vamos dar-lhe 4 motivos para investir numa máquina envolvedora.

1. Mais segurança

Os produtos que produz e vende podem ter uma grande qualidade, mas se não tiver um transporte de qualidade, corre o risco de não passar a mensagem daquilo que é. O envolvimento da palete com filme estirável tem um papel preponderante para que o transporte seja feito nas melhores condições. Esta operação permite não só que os produtos estejam bem compactados de forma a que toda a palete não de desmanche, como ao mesmo tempo faz com que todo o produto fique preso à palete, o que impede deslocações de todo o volume aquando de travagens bruscas. No entanto para que estas funções sejam cumpridas, é necessário que o filme seja bem estirado à medida que é aplicado. É muito raro vermos um colaborador dar o estiramento necessário e da forma correta ao filme que coloca na palete. Ao mesmo tempo, estamos a falar de um ser humano, não uma máquina, daí que existe alguma instabilidade na forma como o faz. No final do dia o vigor já não é o mesmo que no início do dia. Portanto o facto de termos uma máquina nesta operação pode aumentar significativamente a segurança que é dada ao nosso produto, dando mais garantias quanto à qualidade de transporte e consequente satisfação dos seus clientes.

2. Mais rapidez

É frequente haver empresas com um grande fluxo de produtos, mas que depois têm um gargalo no departamento de expedição. Uma restrição num setor que não cria valor no produto, pode ser muito prejudicial para a empresa. Neste caso os custos que daí advêm, estão mascarados, e por isso não são muitas vezes percetíveis à primeira vista. Mas o facto é que ao investir numa máquina envolvedora, está a investir em maior fluidez e rapidez de operação. Reduz substancialmente o custo de oportunidade pois os colaboradores ficam livres para operações mais complexas, em vez de investirem grande parte do seu tempo em operações repetitivas que podem ser automatizadas.

3. Mais rentabilidade

Um benefício inequívoco do investimento numa envolvedora de paletes, é a redução do custo por palete. Conseguimos redução no preço do próprio filme estirável, redução da quantidade de filme estirável gasto em cada palete e consequentemente uma poupança conjunta que muitas vezes pode e deve ser considerada como uma forma de amortizar o investimento. Ao mesmo tempo, visto que cada vez mais as empresas se esforçam em reduzir o impacto da sua atividade no meio ambiente, não podemos desperceber que reduzindo o filme estirável consumido, também estamos ao mesmo tempo a reduzir a quantidade de plástico que é colocada em circulação, conseguindo assim um custo ambiental menor.

4. Mais exatidão

Por último, é importante lembrar que ao usar uma máquina em vez de um colaborador, tem a vantagem de conseguir fazer sempre a mesma operação de forma igual e constante. Como já mencionado, uma pessoa não tem sempre a mesma precisão em operações repetitivas, havendo várias variáveis que o condicionam, como a capacidade física, a hora do dia, ou até o estado emocional de cada um. Portanto, numa época em que cada vez mais é importante saber o que gasta e como o gasta, de forma precisa, uma máquina envolvedora pode ajudar, por dar-lhe um custo real e constante que poderá usar no cálculo do custo de embalamento do seu produto.

Talvez a melhor forma de entender como estes 4 pontos o podem beneficiar e quanto é que isso pode representar na sua empresa, seja falar com um profissional da área, que poderá mostrar-lhe qual o retorno que pode ter por fazer um investimento numa máquina envolvedora e além disso, aconselhá-lo sobre qual a máquina mais adequada para si. Muitas vezes decisões são tomadas apenas com base no preço ou até no quão comum determinado tipo de máquina é. No entanto, com um aconselhamento personalizado, poderá descobrir que existem inúmeras soluções, e saber qual a que mais se adapta a si.

Artigo De Joel Dias – Diretor Comercial 100 metros